Search

Máscaras para o cabelo: eu indico 4 e te conto por quê!

máscaras de cabelo cronograma capilar

Oi, gente! Tudo bem? Hoje vamos conversar sobre máscaras para os cabelos. Vou mostrar as quatro que eu ando usando ultimamente.

Mas antes, eu preciso saber de uma coisa: você sabe o que são máscaras hidratantes, nutritivas e reconstrutoras?

Não? Pois é, eu também não sabia.

Até então, eu achava que era tudo igual. E saber a função de cada uma faz uma diferença danada na hora de comprar a sua máscara. É importante você saber de qual substância o seu cabelo está precisando para que você dê a ele o tratamento correto e não saia por aí comprando um tanto de produto, podendo descobrir depois que todos eles são indicados para a mesma finalidade! E pior: ela não é aquela que você precisava! Você vai gastar dinheiro e vai continuar na mesma! Horrível, né?! Mas e aí, Ana??

E aí que eu vou te ajudar! êêê!!

HIDRATAÇÃO

Vamos começar pela máscara HIDRATANTE. De acordo com as minhas pesquisas, ela serve não só para repor mas também para reter a água nos fios. E como saber que o meu cabelo precisa de água, Ana? Se ele estiver opaco, sem vida, sem elasticidade. Quem usa muita chapinha, por exemplo, tem que hidratar constantemente os fios! E nem pensar em abdicar do protetor térmico, hein! Mas esse é assunto para outro post.

Como reconhecer a máscara hidratante

Continuando, você saberá reconhecer uma máscara hidratante quando ler no rótulo algo como: hidratação, hidratante, colágeno, aloe-vera, glicerina, lanolina. A que eu estou usando no momento é a Elseve hidra-max da L’oréal. Ela deixa meu cabelo bem leve e soltinho. Eu gosto de usar no banho, ao invés do condicionador. Pra mim ela cumpre o que promete – hidrata e deixa os fios macios, sem aquele efeito pesado – e por isso tem a minha aprovação! Embora seja indicada para cabelos cacheados, eu uso assim mesmo.

máscaras capilares fase de hidratação

NUTRIÇÃO

A segunda é a máscara NUTRITIVA. Sua função é repor a necessidade lipídica do cabelo. A oleosidade que naturalmente vem do couro cabeludo precisa atingir a extensão dos fios. Por motivos diversos, isso não acontece de forma satisfatória e é onde o cabelo fica com frizz, sem brilho e o fio perde aquela consistência pesada, sabe?! Se você ler nome de óleo ou manteiga na embalagem, ela é nutritiva. Manteiga de karité, tutano, óleo de argan, óleo de amêndoas ou de abacate são alguns exemplos.

Minha máscara de nutrição

A minha é a Banho de Creme, da BioExtratus. Gente, eu AMO essa máscara! Ela é fantástica! Foi a minha primeira máscara da vida!

Gosto de aplicar também durante o banho. Embora a instrução seja para usar com touca térmica, eu lavo os cabelos e aplico. Eu não gosto de usar touca térmica. Eu vou tomando o banho e o próprio vapor dentro do box já faz o papel da touca: abrir a fibra capilar para o produto poder penetrar nos fios. Logo quando eu aplico, o cabelo já parece agradecer! Sério, gente! Ele fica todo “molinho”. É uma delícia a sensação! No fim do banho, enxáguo bem e os fios já mudam completamente! Tenho o cabelo mais seco – por conta das mechas – e esta máscara cumpre muito bem o que promete: devolve a maciez e dá força aos fios.

máscaras de cabelo fase nutrição

RECONSTRUÇÃO

O terceiro tipo é a RECONSTRUTORA. Sua função é repor a matéria dos fios perdida com processos químicos como mechas, alisamentos ou descolorações. Cabelos sem química mas que sofrem uso intenso de secador e chapinha também precisam de reconstrução. Na prática, o que ocorre é a perda de massa capilar, o cabelo fica poroso e é necessário repor a queratina perdida com a química. Se na composição da máscara estiver presente queratina, cistina, aminoácido, arginina, creatina ou outra proteína, ela será reconstrutora.

Quais as minhas máscaras de reconstrução favoritas

As minhas são duas. Duas, Ana, por que?! Porque não consegui me decidir por uma só e aí vou alternando as duas! hahaha… Vocês vão me dar razão quando souberem quais são. Uma é a Color Freeze da Bonacure e a outra a SH-RD, da N.P.P.E. Hair Care. Impossível ter uma só, não é?! Eu sou simplesmente a-pai-xo-na-da por elas! A Color Freeze eu uso no banho, como as anteriores. Não é o indicado no rótulo mas o resultado é fantástico.

Já a SH-RD eu uso após lavar o cabelo e tirar o excesso da água com a toalha. Ponho um “tico” de nada na palma da mão, esfrego as mãos para espalhar e passo nos cabelos do meio para as pontas. E deixo. Ela é leave-in. O resultado? Cabelos muito sedosos, gente, muito mesmo! Repondo a massa capilar, a porosidade causada pela química é minimizada e as cutículas seladas, o que resulta em cabelos mais fortes.

cronograma capilar reconstrução
máscara sh-rd blog ana penzin

E é isso, gente! Máscaras indicadas e motivos dados.

Gostou? Você vai gostar desse post também: CRONOGRAMA CAPILAR: o que é, como fazer, etc!

Beijos e até a próxima!

você também vai gostar...

4 respostas

  1. Hum Ana, bom saber essa diferença.
    Eu achava que máscara não tinha muita diferença, mas vi que tem né e muita srsrsrsrs.
    Ótimo post !!!!

    1. Oi, Larissa!
      Tem sim, bastante!
      E aí a gente acha que a máscara não é boa quando, na verdade, ela pode não ser a indicada à nossa necessidade!
      Qualquer dúvida, é só perguntar, tá?!
      Beijos e obrigada!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.