Search

Autoestima Elevada: a Virada de Chave

autoestima 10 passos ana penzin

A autoestima é um aspecto fundamental da saúde mental e do bem-estar de todas as pessoas. Quando mais nova, eu cheguei a ser bem insegura. Mas posso dizer que consegui reverter a situação e hoje, aos 52 anos, espero ajudar mais pessoas através do que eu vivi e do que eu fiz e deu certo pra mim. Desafios em relação à autoestima são mais comuns do que pode parecer. Neste artigo, vou explorar o tema de acordo com a minha experiência e compartilhar insights, dicas e técnicas que eu mesma usei – e continuo a usar – para fortalecer a autoestima.

Entendendo a Autoestima: Desvendando os Conceitos Fundamentais

Para começar a jornada em direção a uma autoestima elevada, é essencial compreender o que a autoestima realmente significa. A autoestima é a avaliação subjetiva que as pessoas fazem de si mesmas, o valor e a capacidade de alcançar objetivos. Ela é moldada por experiências de vida, relacionamentos e a forma como cada pessoa se percebe. A autoestima saudável envolve aceitação, respeito e amor-próprio.

Desconstruindo Padrões de Beleza: Abraçando a Prórpia Singularidade

Muitas vezes, as pessoas são inundadas com padrões de beleza irreais e ideais inatingíveis. Para fortalecer a autoestima, é crucial desconstruir esses padrões e abraçar a singularidade. Digo isso porque acredito que beleza vem em todas as formas, tamanhos e cores. Aceitar as características únicas e celebrar a beleza que é exclusivamente de cada ser humano, de cada pessoa. Admito que é um esforço e tanto, mas romper com esses padrões é libertador!

A Importância do Autocuidado: Mimos para a Mente e o Corpo

O autocuidado desempenha um papel significativo na construção da autoestima. Eu, por exemplo, tiro um tempo para cuidar da minha mente e corpo. Isso pode incluir práticas como meditação, ioga, exercícios, uma alimentação saudável e momentos de relaxamento. Ao priorizar o autocuidado, a pessoa se sentirá mais valorizada e confiante.

Eu gosto de corrida de rua, de leituras edificantes, dos meus momentos de prece e agradecimento a Deus por tudo e de admirar o por-do-sol. Ah, como eu AMO esse momento! Pra começar, fazer uma lista com tudo o que gostamos de fazer, ler, ver, etc pode ser um bom começo.

Afirmando o Amor-Próprio: Técnicas Simples para Fortalecer Sua Confiança

Reafirmar o amor-próprio é fundamental para elevar a autoestima. Praticar a gratidão, manter um diário de conquistas pessoais (por mais singelas que sejam!) e focar nas qualidades e habilidades. As pessoas são dignas de amor e respeito, tanto de outras pessoas quanto de si mesmas. E jamais devemos abrir mão disso! Aceitar o que não me faz bem é dizer ao mundo como eu aceito ser tratada. E isso é bem sério!

Superando a Autocrítica: Dicas para Silenciar a Voz Interior Negativa

A autocrítica pode ser uma grande inimiga da autoestima. Eu era assim quando nova. Exigia de mim mais do que o normal, sabe?! Aí aprendi a identificar os padrões de pensamento negativos e os substituí por pensamentos positivos e autocompaixão. Entender que ninguém é perfeito, incluindo a mim, e que os erros são oportunidades de crescimento, foi de grande valia! Aprendi a me ver de forma mais leve e com mais amor. Continuo a buscar ser sempre um ser humano melhor só que com mais empatia por mim mesma…

Comunicação Assertiva: Construindo Relacionamentos Saudáveis

A comunicação assertiva desempenha um papel fundamental na construção de relacionamentos saudáveis e na melhoria da autoestima. Aprender a expressar seus pensamentos, sentimentos e necessidades de forma respeitosa e assertiva. Isso ajudará a construir relacionamentos mais gratificantes e a fortalecer a autoestima. Agindo assim, percebi que as pessoas que não têm os mesmos valores que os meus, foram saindo da minha vida por pura falta de sintonia. É bem interessante ver isso acontecer…

Mindfulness e Autoestima: Como a Atenção Plena Pode Elevar Sua Autoestima

A atenção plena (mindfulness) é uma prática poderosa que pode ajudar a aumentar a autoestima. Ela envolve estar presente no momento, aceitar as próprias emoções e pensamentos sem julgamento e cultivar a autocompaixão. A atenção plena pode ajudar a reduzir o estresse e a ansiedade, promovendo a autoestima positiva.

Por exemplo, se não estou bem e sinto vontade de chorar, eu choro mesmo. Se estou chateada eu me respeito e me deixo refletir sobre o que está me fazendo ficar assim. Se não quero algo eu falo: NÃO quero. Porque não é resposta, né?! E por aí vai… Aprendi a ser transparente comigo mesma em relação aos meus sentimentos.

Empoderamento Através da Moda: Dicas de Estilo para Expressar Sua Autenticidade

A maneira de se vestir pode ser uma forma poderosa de expressar sua autenticidade. Como? Eu passei a escolher roupas que me fazem sentir confiante e autêntica. Sem me preocupar com as tendências da moda! Isso é super importante!! É sobre me concentrar no estilo pessoal. É sobre respeitar o que eu gosto de vestir, de usar o que é confortável e isso pode incluir sapatos, calças, blusas, etc… que nem estão na moda e não são tendência. Isso é libertador!

Exercícios Diários para Elevar a Autoestima: Práticas que Fazem a Diferença

Incorporar exercícios diários para fortalecer a autoestima é uma estratégia eficaz. Práticas como afirmações positivas, visualização e desafios de enfrentamento podem ajudar a construir a autoestima ao longo do tempo. Eu escolhi a corrida de rua. Estou sempre mostrando meus treinos e falando o quanto AMO fazer isso!

Mas pode ser qualquer outra atividade física. O que não pode é deixar o sedentarismo tomar conta, é ter preguiça de querer algo melhor, de ter uma vida mais saudável. Ah, e claro, de não sentir vergonha em COMEÇAR! Porque o começo é sempre mais devagar mesmo. Eu não comecei correndo 10 voltas. Eu comecei caminhando e com uma só volta. Apenas comecei! A evolução é consequência.

Mantendo Relações Positivas: Fortalecendo Sua Autoestima por Meio da Empatia e do Apoio

Relacionamentos positivos desempenham um papel crucial na autoestima. Cercar-se de pessoas que me valorizam e me apoiam foi essencial. E vale a pena ressaltar: é saudável pedir ajuda e apoio quando necessário. Antes de cuidar da minha autoestima eu achava que tinha que dar conta de tudo sozinha! afff… Como eu perdi tempo enquanto acreditei nisso…

Em resumo, a autoestima é uma jornada contínua de autodescoberta e autodesenvolvimento. Isso mesmo: eu disse CONTÍNUA porque as recaídas podem acontecer. Por isso é preciso estar sempre atenta e colocar em prática as lições já aprendidas, quantas vezes for necessário. Ao entender os conceitos fundamentais, abraçar a minha singularidade, praticar o autocuidado, afirmar o amor-próprio, superar a autocrítica, comunicar-me assertivamente, praticar a atenção plena, expressar a autenticidade, incorporar exercícios diários e manter relacionamentos positivos, eu vi que é mais fácil continuar no caminho certo para alcançar uma autoestima elevada.

E claro, lembrar diariamente que sou única, valiosa e merecedora de amor, respeito e confiança. Uma vez que acredito nisso, o que não combinar com isso, já está fora da minha vida. Portanto, o que eu adotei pra mim é o que eu indico para todas as pessoas que desejam amor-próprio: comprometer-se com a jornada de fortalecimento da autoestima e aproveitar os benefícios que ela traz para a vida. Eu acredito que a autoestima elevada é a chave para uma vida mais feliz e satisfatória.

E você? O que pensa sobre isso?

Beijos e até a próxima!

você também vai gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.